Se possuir um problema de jogo e pretender ajuda, ou se conhecer alguém nestas circunstâncias, contacte 1-800 GAMBLER

Basquetebol - NBA: Cinco estrelas a seguir no draft

12 junho 2022 11:36:07 EST

Preparamos uma lista dos cinco nomes principais a ter em atenção no draft da NBA para a próxima época.

Logo após as finais do campeonato, tem lugar o draft -  um evento anual onde as equipas da NBA seleccionam jogadores, universitários ou internacionais, que mostraram vontade de entrar na liga norte-americana de basquetebol e se declararam elegíveis para tal.

Este ano, o draft está marcado para 23 de Junho e é aí que as equipas se começam a preparar a sério para a próxima época.

As escolhas que são feitas, boas ou más, acabam por ser decisivas na temporada de uma equipa, e para aqueles que têm estado em dificuldades nas últimas épocas, é crucial que consigam encontrar uma jovem estrela que se adapte rapidamente à grande liga.

Chet Holmgren

Caloiro na Universidade Gonzaga, Holmgren brilhou no último ano e parece garantido para estar entre as cinco primeiras escolhas.

Com 2.13 metros de altura, Holmgren é capaz de jogar como poste ou extremo-poste e é conhecido pela sua forte capacidade defensiva. O jovem de 20 anos conquistou o título de melhor Jogador Defensivo do Ano na Conferência Oeste, além de melhor estreante.

O atleta do Minnesota obteve uma média de 14,1 pontos e 9,9 ressaltos por jogo para Gonzaga, mas apesar de todo o seu talento, há algumas preocupações a ter em conta com a sua entrada no draft.

Holmgren tem uma estatura fina e pesa apenas 88kg, e alguns analistas acham que ele pode pode ter dificuldades para lutar perto do cesto. No entanto é encorajador que ele já tenha mostrado não ter medo do contacto e de um basquetebol mais físico.

Paolo Banchero

Banchero é outro caloiro, mas este extremo-poste sabe marcar. O novato de 19 anos foi Rookie do Ano da Conferência Este e tem jogado pelos Duke Blue Devils, que chegou às meias-finais do Torneio NCAA.

O adolescente de 1,86m conseguiu uma média de 17,2 pontos em 39 partidas.

Banchero, que recebeu a cidadania italiana no início deste ano, tem a estrutura tradicional de um posição 4, mas também oferece criatividade e estatísticas úteis nos três pontos.

Jabari Smith

Smith é conhecido como um dos marcadores mais dinâmicos no basquetebol universitário, destacando-se neste seu ano de caloiro em Auburn.

Outro extremo-poste, Smith fez 19 anos no dia 13 de Maio e seria uma surpresa se o ás de 2,08 m não estivesse entre os três primeiras escolhas do draft.

O basquetebol corre-lhe no sangue, dado que o seu pai, Jabari Sénior, jogou na NBA durante quatro temporadas, além de que o antigo base dos Los Angeles Lakers e Detroit Pistons, Kwame Brown, é o seu primo afastado.

Jaden Ivey

Embora a sua equipa, Purdue Boilermakers, não tenha passado dos oitavos de final do Torneio NCAA, o atleta de segundo ano já demonstrou que tem as capacidades necessárias para ser bem sucedido na NBA e correm rumores do interesse dos New York Knicks em Ivey.

O jovem de 20 anos tem muito ritmo em campo e pode provar ser uma excelente arma ofensiva para qualquer equipa que o contrate.

Ivey, que obteve uma média de 17,3 pontos por jogo nos 36 encontros da época universitária, também vem de uma família desportiva, com ambos o seu pai e o seu avô a terem carreiras na Liga de Futebol Americano.

Keegan Murray

Embora talvez não lhe seja reconhecido tanto talento como aos outros nomes da lista, Murray tem muito para oferecer às equipas que procuram um muito provável jogador consistente ao mais alto nível.

O atleta de 21 anos pode jogar como extremo ou como extremo poste e realmente destacou-se nesta sua teporada de segundo ano pelo Iowa com uma média de 23,5 pontos e 8,7 ressaltos por jogo.

Murray, que tem um irmão gémeo chamado Kris também jogador de basquetebol, tem uma velocidade impressionante e a sua calma a atirar ao cesto tem sido comparada à da lenda da NBA Tim Duncan.

Ver Apostas de Basquetebol