Se possuir um problema de jogo e pretender ajuda, ou se conhecer alguém nestas circunstâncias, contacte 1-800 GAMBLER

Liga dos Campeões: O caminho até Paris

27 maio 2022 06:55:15 EST
Benzema é o melhor marcador da Liga dos Campeões esta época

Tem sido um longo e emocionante percurso tanto para o Liverpool como para o Real Madrid até à final da Liga dos Campeões que se joga amanhã, no Stade de France.

Em certos momentos, parecia que ambos os clubes ficariam aquém do seu sonho de alcançar a final da liga milionária na capital francesa. Mas com a grande noite a aproximar-se rapidamente, é a altura certa para olhar para trás e analisar a distância que os reds e los blancos tiveram de percorrer para chegar aqui.

Fase de grupos invicta

Os adeptos dos reds com certeza não acreditaram na sua falta de sorte quando o sorteio foi confirmado, uma vez que o Liverpool calhou num grupo muito difícil juntamente com o Atlético de Madrid e os ex-campeões europeus AC Milan e FC Porto.

Mas a equipa onde alinha o português Diogo Jota, que tem 1.53 odds de levantar o troféu após o jogo de amanhã, enfrentou o desafio de cabeça erguida e ultrapassou as três equipas de forma incrível, ficando invicta na fase de grupos. Além disso marcaram 17 golos no processo e sofreram apenas seis.

Com isso, tornaram-se o primeiro clube inglês a ganhar os seis jogos da fase de grupos da Liga dos Campeões e deixaram clara a mensagem de que estavam na liga milionária para vencer.

Carácter nos momentos de tensão

Chegados os oitavos de final, o Liverpool enfrentou o Inter de Milão, que acabou por ser um dos testes mais duros desta campanha europeia.

Os golos tardios de Roberto Firmino e Mohamed Salah no primeiro jogo em Anfield deram ao Liverpool uma boa vantagem, mas o Inter respondeu com uma vantagem de 1-0 no San Siro, aos 61 minutos do segundo jogo.

Felizmente para os homens de Jurgen Klopp, apenas dois minutos após o golo de Lautaro Martínez, Alexis Sánchez viu um cartão vermelho que certamente ajudou os reds a segurarem o resultado até ao final do encontro e seguirem em frente na prova com um agregado total de 2-1.

Na fase seguinte, o Liverpool encontrou o Benfica e superou a equipa portuguesa com relativa facilidade, vencendo por 3-1 no Estádio da Luz. Ainda assim a equipa portuguesa conseguiu um respeitável empate em Anfield por 3-3 na segunda mão.

O emblema britânico marchou então para as meias-finais, onde, sem dúvida, a sua determinação foi mais testada do que em qualquer outra fase da competição até agora.

Após o primeiro jogo em Anfield, o Liverpol tinha uma confortável vantagem de 2-0, que viu desaparecer na primeira metade do segundo jogo em Villarreal.

Não sabemos o que Klopp disse aos seus jogadores no intervalo do encontro, mas fez toda a diferença, dado que a sua equipa produziu uns impressionantes 45 minutos na segunda parte para vencer a partida por 3-2 no El Madrigal e carimbar o passaporte para Paris.

Um caminho acidentado para o Real

Não foi o início mais convincente dos gigantes espanhóis, pois sofreram uma derrota por 2-1 no seu primeiro jogo em casa da fase de grupos contra um desconhecido Sheriff Tiraspol, da Moldávia.

A equipa de Carlo Ancelotti, que tem 2.50 odds de se sagrar campeão europeu pela 14ª vez, conseguiu recuperar do choque dessa derrota e venceu todos os outros cinco jogos do grupo, onde estavam incluídos o Inter de Milão e o Shakhtar Donetsk.

Mestres da reviravolta

Caso o Real Madrid vença a Liga dos Campeões esta época, o seu percurso até chegar ao troféu será com certeza lembrado como um dos mais notáveis na história do torneio.

Com uma desvantagem de dois golos no agregado, à entrada para a última meia hora da segunda mão contra o Paris Saint-Germain, parecia que los blancos iam sair da competição de cabeça baixa nos oitavos-de-final. Porém Karim Benzema ainda tinha algo a dizer e com um incrível hat-trick em apenas 17 minutos garantiu a vitória que enviou Lionel Messi, Kylian Mbappé e companhia de volta para casa de mãos a abanar.

O drama continuou nos quartos-de-final, frente ao Chelsea. A 10 minutos do fim da segunda mão, o Real tinha um golo de desvantagem, mas Rodrygo empatou a eliminatória aos 80 minutos, e Benzema marcou de novo, já nos descontos de tempo, para colocar os madrilenos nas semifinais.

Ainda assim, a maior surpresa ainda estava para vir e contra o Manchester City, que procurava um lugar na final da Liga dos Campeões pelo segundo ano consecutivo.

A equipa inglesa entrou no Santiago Bernabéu com a vantagem mínima, graças ao 4-3 trazido da primeira mão. Aos 73 minutos, Riyad Mahrez alargou a vantagem dos visitantes para 5-3 que se manteve até ao minuto 89 e os ingleses já se preparavam para fazer as malas para Paris.

Mas de forma épica, Rodrygo empatou a eliminatória, com dois golos no espaço de minuto e meio, aos minutos 89 e 91 respectivamente, obrigando a prolongamento, enquanto Pep Guardiola levava as mãos à cabeça. Depois, Karim Benzema, sempre ele, colocou os merengues na sua 17ª final da Liga dos Campeões.

Paragem final... Paris

A grande questão que se coloca agora é: será que o Real Madrid já esgotou toda a sua sorte ou ainda tem mais uma surpresa na manga?

A trajectória do Liverpool foi claramente mais fácil, mas depois de perder o título da Premier League por apenas um ponto numa dramática jornada final, o emblema de Merseyside está mais determinado do que nunca e vai fazer de tudo para conquistar a séptima taça europeia da história do clube.

O derradeiro jogo está marcado as 20h00 de sábado, 28 de Maio, quando os dois clubes se reencontram para um terceiro capítulo duma longa história europeia. Anteriormente estiveram frente a frente nas finais de 1981 e 2018, com uma vitória para cada lado e procuram agora o desempate.

O Real Madrid tem 3.50 odds de vencer a partida no tempo regulamentar e 15.00 odds de o fazer durante mais um prolongamento.

Apostas de Futebol

Deverá ser maior de 21 anos de idade para jogar.
Se possuir ou conhecer alguém que possua um problema de jogo e desejar ajuda, ligue para
1-800 GAMBLER.
Hillside (New Jersey) LLC é regulada pela Divisão de Execução de Jogo (Division of Gaming Enforcement) de Nova Jérsei, sob os termos da licença temporária nº 477-50
© 2001-2022 bet365. Todos os direitos reservados.
A bet365 utiliza cookies
Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies.
Gerenciar Cookies
Aceitar
Cookies de Performance
Cookies de performance melhoram a experiência de usuário ao memorizar preferências de forma anônima. São utilizados internamente para fornecer estatísticas acumuladas sobre os visitantes do nosso site.
Aceitar
Cookies Essenciais
Alguns cookies são necessários para a operação do site e não podem ser desabilitados. Estes cookies incluem:
Gerenciamento de Sessão
Gerenciam informações de sessão e permitem que usuários naveguem no site.
Funcionalidade
Armazenam informações que nos permitem lembrar das suas preferências de usuário, por exemplo, idioma, formas de ordenação, configurações de mídia. Estes cookies também são utilizados para melhorar a experiência de usuário, por exemplo, para evitar que usuários recebam a mesma mensagem duas vezes.
Prevenção de Fraude
Armazenam informações que nos ajudam a deter o uso fraudulento do site.
Rastreio
Armazenam informações relativas à forma como usuários chegaram no site. Nós precisamos registrar estas informações para que possamos pagar os nossos Afiliados de forma apropriada.